Entrei!!!

Posted quinta-feira, 13 de maio de 2010 by Aleinad

Acho que já tinha falado aqui o meu desejo de ir fazer Erasmus.
Estou no 2º ano da faculdade e por isso a minha ideia era fazer no 1º semestre do 3º ano.
Há mais 2 colegas minhas que também querem ir e por isso ainda melhor vai ser.

Pois muito bem, aqui a menina, inscreveu-se... e xa ram ENTREI EM ITÁLIA!!
A nossa 1ª opção, as 3 juntas, 1 semestre... bem, fiquei radiante.

Mas como sempre, há um senão.

Quando me candidatei sempre disse que ainda não tinha decidido a 100% mas realmente preferia candidatar-me e desistir do que não me candidatar e depois querer ir não poder.

E qual é o meu problema???

O meu emprego!

Por um lado, tenho um emprego seguro e apesar de não ser o que quero para o futuro, apesar de estar farta de estar lá, de precisar de sair de lá, sei que é algo que ao fim do mês me paga o ordenado.
Por outro lado, se eu não arriscar nunca vou sair de lá, certo? E se ando a estudar é para ter um emprego que goste, que me dê prazer e que me dê a possibilidade de um futuro melhor.

Por tudo isto continuo muito indecisa e sem saber o que fazer à minha vida.
Sei que fazer um programa de Erasmus é algo muito favorável não só a nível profissional mas também a nível pessoal. E é algo que eu sempre quis.
Também sei que ao ficar sem emprego é um modo de me dedicar a procurar na minha área e não continuar acomodada onde estou.
Mas também estou habituada à minha independência e já não sei o que é viver às custas dos papás.

E vocês? Arriscavam?

14 comentários:

  1. Lilith

    ui, linda, questão difícil... O meu lado racional diria para te aguentares no trabalho, mas o meu lado emocional aconselha-te a seguires o teu instinto, os teus sonhos, porque as oportunidades são por vezes únicas e se não as aproveitamos ficamos a arrepender-nos o resto da vida!

    beijos :)

  1. Patita

    Se podesse sim, sem duvida, se os meus pais dessem o seu aval vistoq ue a decisão podia passar por algum apoio deles, nem pensava 2 vezs.

    Bjs

  1. Luciana

    Antes de mais, parabéns! Seja como for é sempre algo positivo. De resto cada caso é um caso e, de acordo com o meu ponto de vista, tudo depende da oferta que existe no mercado de trabalho para a tua área. Há cursos em que o Erasmus pode fazer alguma diferença e há outros em que não faz diferença nenhuma. No entanto, se tiveres uma perspectiva minimamente positiva face a emprego quando regressares, acho que fases muito bem ir. Se, por outro lado, o emprego na tua área profissional não abundar, é sempre um risco que se corre. É que estes tempos não estão mesmo nada fáceis.
    Mas só tu tens todos os dados que precisas para tomar a decisão mais acertada.
    Beijinhos e boa sorte

  1. silvia

    Que bom, parabéns!!!
    Fazer erasmus é sempre uma experiência extraordinária!!! Faz-nos crescer em tantas formas que só traz benefícios :)
    Mesmo que em termos de empregabilidade isso seja igual ao zero, mas vai tornar-te mais madura, vais conhecer imensa gente, vais saber "desemerdar-te" num país longe do teu!
    Ai, tanta coisa!!!
    Foi o melhor ano da minha vida :)
    É claro que deixar o nosso ganha-pão fixo custa muito... Mas se optares por ir, talvez tragas outra maturidade, outra energia que te ajudem a procurar algo melhor, e, quem sabe, algo relacionado com a tua área!!!

    Beijoca, muita sorte :)

  1. Vida de Gorda

    Olá! PArabéns pelo Erasmus.
    Em segundo lugar devo dizer-te que o Erasmus não é nada valorizado em termos profissionais. Actualmente só querem saber se tens um curso e se estás disposta a trabalhar por uma ninharia de forma hiper-mega-profissional. O que vai ser valorizado em termos de erasmus é a tua capacidade de falar Italiano - isso sim é uma mais valia, sobretudo em empresas grandes que trabalham com clientes estrangeiros.

    E isto digo te eu, que tenho amigos com Erasmus, que tiveram mais dificuldade de arranjar trabalho do que eu. Se estivermos a falar ed um MBA ou de uma pós graduação - isso sim já é valorizado porque toda gente sabe que no fundo ir de Erasmus é mais uma festa e consegue-se fazer bem as cadeiras com mais credito e de forma mais benevolente.

    Posto isto, acho que é uma OPTIMA oportunidade para conheceres a vida noutro pais, gente nova, estar em contacto permanente com outra lingua e acho que sim deves ir! De preferência tentando assegurar o teu emprego para quando voltares.
    Não desperdices essa oportunidade.

    Abraços

  1. PlasticSoul

    Parabéns!!!
    O pior é o teu emprego... pois, mas até pode ser uma coisa boa. Assim quando chegares podes procurar um emprego mesmo a teu gosto!
    Se fosse eu, nem pensava 2 vezes...
    Beijinho.

  1. mllissa

    O quê??? 1 Semestre em Itália??? Qual é mesmo a tua dúvida??? Faz mas é já as malas!!!
    Podes sempre arranjar lá um part time.

  1. Ana J.

    Arrisca!

    Eu trabalho na área do recrutamento e selecção de profissionais, mais propriamente na pesquisa e um Erasmus (a par de outras coisas) é bastante valorizado, ao contrário das opiniões que aqui foram escritas. Tenho bastantes clientes que exigem que o Recém-Licenciado tenha uma média superior a 14v, numa faculdade de prestígio, com erasmus e, de preferência, com actividades extra curriculares na área da solidariedade.

    Como vês o Erasmus é particularmente valorizado. Todavia, existem países mais atractivos para o nosso mercado profissional, nomeadamente países nórdicos, a nossa vizinha Espanha... mais do que a Itália...

    Espero ter ajudado.

    Ana

  1. Erase Pounds

    Se soubesse o que sei hoje, nem pensava duas vezes: Itália lógico. O emprego arranjas logo outro, até pode ser que voltes ao mesmo depois de um semestre no estrangeiro. Vais crescer tanto, ver tanta coisa, que quando voltares só dirás: ainda bem que fui! Se eu tivesse outra vez vida de estudante, era uma coisa que faria, tenho pena que essa oportunidade me tenha passado ao lado. Até podes trabalhar numa pizzaria em Itália eh eh eh. Arrisca! Beijinhos e parabéns por teres entrado!

  1. Rita G.

    Julgo que arriscava. Tens de aproveitar agora que não tens marido nem filhos, acredita que depois é quse impossível fazer certas coisas, sei do que falo. Quanto ao dinheiro, acho que os teus pais não se vão importar de te ajudar neste momento.Afinal de contas, vai de certeza ser bom para o teu futuro:-) bj

  1. Isa

    Que bom, que sorte!
    Eu cá acho que tu deves medir bem os prós e os contras.Mas de uma coisa tenho a certeza: SE NÃO FORES vais passar a vida toda com pena de não ter ido.

    Espero que decidas o que é melhor para ti.

  1. Ana

    ola querida, quem me dera ter tido coragem para me candidatar tb, mas acho que nem deves olhar para trás, afinal o que é um emprego, perto dessa oportunidade, aproveita agora para arriscar, daqui a uns anos ja passou a altura certa ;) bjks

  1. Maria

    Erasmus?
    Foi a melhor parte do meu curso. Fiz o 2º semestre do 3º ano na Suécia. Também fui com duas amigas e é das melhores recordações que tenho.
    Ninguém o valorizou. Mesmo na faculdade nunca nos pediram os certificados de lá. Tivémos que fazer exame a todas as cadeiras que os nossos colegas que cá ficaram fizeram e são só essas notas que constam do meu certificado de habilitações.
    Mas eu aprendi muito, conheci muita coisa, fartei-me de passear e de me divertir.
    Não sei como é agora, mas na altura (há cerca de 12 anos), se não tivessemos andado a passear também pela Noruega e pela Dinamarca, o dinheiro da bolsa tinha-nos chegado.
    Na altura eu nem pensei duas vezes e se fosse hoje voltava a fazer. Empregos que não te satisfazem há muitos. Arranjas outro quando voltares. A oportunidade de ires fazer um semestre a Itália, se calhar, não se vai voltar a repetir.

    bjks

  1. Miss Betterme

    UI! Que decisão difícil! Não podes pedir uma espécie de licença sem vencimento?

Enviar um comentário

Comenta... diz qualquer coisa :)